China, G20 e outras influências sobre os territórios na América Latina

Revista Biodiversidade 3

China, G20 e outras influências sobre os territórios na América Latina

Sai o terceiro número da Revista Biodiversidade no Brasil com foco nas forças econômicas externas que disputam os rumos das políticas para o campo na região
DSC02079
Por Fundação Rosa Luxemburgo
A versão em português da revista Biodiversidade, Sustento e Culturas, publicação trimestral de informação e debate sobre a diversidade biológica e cultural para a subsistência das comunidades e culturas nos territórios na América Latina, chega a seu 3º número no início deste mês.
Nesta edição, a revista dá um destaque especial ao papel e à presença da China na América Latina, a partir da leitura de que  o aumento de poder econômico, financeiro e militar da China, junto com a sua capacidade para exercer influência política global, resulta um dos fenômenos mais notáveis em um sistema de produção e acumulação que se transforma. Uma análise dos vínculos da América Latina com esse país resulta imprescindível para a discussão sobre o modelo de desenvolvimento na região.
A revista também traz uma discussão sobre os desafios dos cuidados, a construção coletiva de saberes, o G-20 e suas mentiras sobre a agricultura e a alimentação, entre outros.
Editada por organizações de 10 países latino-americanos, como Centro Ecológico (Brasil), Grain (Argentina), Base-IS (Paraguai) e Acción Ecológica (Equador), a revista Biodiversidade tem quatro edições ao ano.

Clique aqui para ler o número 97 da revista Biodiversidade na íntegra
biodiversidade

Leia também as edições anteriores:
Edição 96
biodiversidade 2

 
 
 
Edição 95
biodiversidade 1
 

Notas relacionadas